CONFISSÃO…

 

 

 

 

 

Elen de Moraes

 

 

Eu te amo, te desejo, confesso!

Louca esta paixão! Eis o meu drama.

Entanto, é um sentimento adverso,

Pois no sofrimento me derrama

 

Confesso meu ciúme que é o excesso

Da agonia de quem muito ama.

Prender-te a mim, num elo incontroverso,

Quisera, como se fosse anagrama.

 

Mas esse papel há de se inverter

E dia chegará, só não sei quando,

Que livrarei minh’alma do desmando

 

Obsessivo de por ti viver…

E noutra vida esperarei por ti

Pra ser feliz como não sou aqui.

 

(Tijuca- Rio de Janeiro- Br)

 

 

 

 

 
 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: