SAUDADE FORA DE HORA

 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Saudade fora de hora
 
 
 
Elen de Moraes
(Borboleta poeta)
 
 
 
Cai a tarde tão triste, tão cinzenta
Encobre com seu véu toda cidade.
Enquanto minha alegria fenece
O sol perde seu brilho e intensidade.
 
 
Cai no meu peito uma intensa tormenta
Véu de dor sem ter de mim piedade
Que me magoa e muito entristece…
Com a tarde cinza, vem a saudade.
 
 
Saudade… Daquele amor que não tive.
Saudade… De quem comigo convive
Porém, que há muito tempo foi embora.
 
 
Ah, essa tarde tão cinzenta e fria
Que põe no meu peito grande agonia
E tanta saudade fora de hora.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

3 Respostas to “SAUDADE FORA DE HORA”

  1. Querida Elen
    É esta imortal saudade que nos mata mas que também nos dá vida… que nos faz chorar nas horas amargar mas que nos faz rir nos momentos de alegria. Parasdoxo.
    Beijo
    Nando

  2. GI - Colunistas Says:

    Boa noite!
    A agenda de hoje atrasou, mas não faltou!! Vamos a ela:
    "MODA ROUGE&BATOM" – Celso Fernandes/Moda, Beleza & Cia. – nosso colunista de moda, sempre antenado com o que acontece nas passarelas, nos traz as últimas da SP Fashion Week, as tendência do Verão 2007/2008, vc não pode perder!
    "FAZENDO VALER A PENA…" – Rosana Braga/Essência – Sua relação acabou? Não a dx virar um peso morto!! Saiba como com as dicas da brilhante escritora Rosana Braga, que tem o dom de nos tocar a alma!
    "COLUNA DO SUCESSO, EM PROSA E VERSO" – Macária Andrade/Prosa & Verso – Conheça a opinião sobre inclusão dessa grande mulher, que é um ícone da nossa literatura!
    Aproveitando a oportunidade, informamos que a coluna “ETC & TAL” é feita pra vc, caso tenha algum artigo que gostaria de ver publicado, entre em contato conosco, é gratuito!
    Ótimo quarta!
    Equipe GI
     “Bom mesmo é ir a luta com determinação, abraçar a vida com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, pois o triunfo pertence a quem se atreve. A vida é muita para ser insignificante”. (Charles Chaplin)

  3. P\’RA VOCE, QUERIDA AMIGA
     
    ERA DENSA A ESCURIDÃO
    E DEUS FALOU:
    FAÇA-SE A LUZ
    E A TREVA EM LUZ SE FEZ;
    O UNIVERSO SE REGOZIJOU,
    HAVIA DIA E NOITE.
    COM A CRIAÇÃO DO FIRMAMENTO,
    ORNAMENTADO COM ASTROS LUMINOSOS,
    SENDO REI, O SOL.
    E, ENQUANDO NOITE,
    E O SOL DESCANSVA,
    DEUS NOS DEU A LUA,
    FONTE DE INSPIRAÇÃO E AMORES;
    DEPOIS, CRIOU O PARAISO TERRESTRE
    COM VALES E MONTANHAS VERDEJANTES,
    ROCHEDOS E PENEDOS DE SAUDADE,
    NASCENTES, LAGOS E RIOS,
    CERCOU A TERRA COM MARES SALGADOS,
    E NELES COLOCOU A ILHA DOS AMORES.
    EM SEGUIDA, DERRAMOU SOBRE A TERRA,
    TODA A ESPÉCIE DE BICHARADA,
    DESDE A RASTEJANTE E A CAMINHANTE, À VOADORA
    E, COMO ERA DE ESPERAR,
    LÁ ESTAVA UMA BORBOLETA MORENA,
    DE SOBRENOME, POETA,
    ENGRAÇADA E RISONHA,
    QUE ENTROU EM NOSSOS CORAÇÕES
    E NOS ENCHEU DE AMOR E CARINHO.
    NÃO PARES DE VOAR, BORBOLETA,
    NÃO PARES.
     
    Um grande abraço do amigo
    Nando

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: