NUVENS NEGRAS

 

NUVENS NEGRAS…

Elen de Moraes

O dia amanheceu nublado…
O céu se atordoa com as nuvens negras,
Ameaçadoras, que passeiam
de um lado para o outro,
atropelando a melancolia
que desce sobre meu olhar…
Nuvens apressadas
que buscam respostas.
Talvez, as mesmas que procuro.

Bate um vento gelado…
Traz consigo uma chuva fina
que arrepia minha alma
e lava meus pensamentos…
Aconchego nos meus braços
e aperto contra meu peito,
as lembranças do meu amor,
tão longe de mim…
Tão longe do leito
Que agasalhou
Os nossos ardentes serões…
As nossas loucas
e sensuais emoções…
Tão longe dos lençóis
que acariciaram
a intimidade da nossa paixão…

Olho o infinito embaçado
por essa cor cinza multifacetada
de nuances mórbidas,
só comparada às cores mortas
que tingiram minha vida,
depois da despedida…

Ó nuvens negras,
levem nas suas asas
essa minha descolorida paixão,
tão gasta de desejos…
Levem, do meu corpo, esse frêmito,
essa ânsia de querer…
Levem, de mim, a dor dessa ausência
e tragam, nas suas lágrimas
que encharcam essa terra
onde deslizam
os pés do meu tormento,
da minha angústia,
o silêncio das minhas palavras…
Abafem, com o surdo ribombar
dos seus abraços,
nesse encontro de prazer,
o grito de amor
que explode da minha alma
mas, que morre
com a felicidade que esmaece…
No tempo…
E na distância…

 

3 Respostas to “NUVENS NEGRAS”

  1. Olá, Elen!
    Tudo bem?
    Adorei seus poemas!
    Boa semana!
    Beijos!

  2. muito bom este nuvens negras…meus sinceros parabéns, colega.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: